Círio 2017: Corda chegou hoje em Belém

Após dias na estrada, chegou à capital paraense nesta quarta-feira, 06, a Corda do Círio, um dos principais ícones da festividade, usada nas duas maiores e mais tradicionais procissões, o Círio e a Trasladação.

A corda, que tem cada centímetro disputado por milhares de pessoas, foi produzida na cidade de Penha, em Santa Catarina pela empresa ItaCorda e transportada este ano pela Empresa Expresso Vida, que pela primeira vez, doou o serviço.  Até chegar à Belém ela percorreu 3.700 quilômetros, durante quatro dias. Para o Diretor da empresa de transporte, Calos José Soares Segtowich, é um: “sentimento de muita alegria! Quando a diretoria nos solicitou o transporte, não tivemos dúvida. Para nós esse serviço gratuito de trazer corda, está longe de ser uma doação e sim um ato de gratidão pela intercessão de Nossa Senhora de Nazaré por nós, nossa empresa e nossas famílias. Agradecemos muito pela oportunidade e confiança e nos colocamos sempre à disposição da Diretoria da Festa. Muito Obrigado!”, disse.

Na chegada, padre Luiz Carlos Nunes Gonçalves, Presidente da Diretoria do Círio e Reitor da Basílica Santuário abençoou o ícone de Fé que une os filhos á Virgem de Nazaré.  “Abençoa Senhor esta corda e os romeiros que participam do Círio, que a Virgem Maria interceda por mais um ano deste momento importante para todos nós. Amém”, finalizou.

O Diretor Coordenador, Roberto Souza, destacou durante chegada da corda que a Diretoria da Festa tem se engajado na campanha “Não Corte a Corda”: Neste momento queremos lembrar da importância da corda chegar inteira até a altura do Colégio Santa Catarina, para que o romeiro possa receber a benção do Arcebispo Metropolitano de Belém, Dom Alberto Corrêa, trazendo assim a sua promessa até o final da procissão”, ressaltou.

Assim como em 2016, a corda deste ano tem 800 metros de comprimento, 50 milímetros de diâmetro e será dividido em dois pedaços de 400 metros, um para cada romaria. A doação da corda foi realizada, pelo terceiro ano, pelo Grupo Líder, representado por João Corrêa Rodrigues, empresário.

 

Histórico – A corda passou a fazer parte do Círio em 1885, quando uma enchente da Baía do Guajará alagou a orla desde próximo ao Ver-o-Peso até as Mercês, no momento da procissão, fazendo com que a berlinda ficasse atolada e os cavalos não conseguissem puxá-la. Os animais então foram desatrelados e um comerciante local emprestou uma corda para que os fieis puxassem a berlinda. Desde então, foi incorporada às festividades e passou a ser o elo entre Nossa Senhora de Nazaré e os fieis.

 

Texto: Andreia Teixeira com Informações da Agência Eko

Foto: Yêda Sousa e Fabrício Coleny

Ascom Basílica Santuário de Nazaré

5 respostas
  1. CLEBIA says:

    JÁ QUERO! TIVE EM BELÉM – PARÁ – AINDA MUITO JÓVEM QUANDO AINDA TERMINANDO MEU ENSINO MÉDIO, LEVEI MINHA MÃE E LOGO FOMOS RECEBIDOS PELOS ENCANTOS DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ, FALTAVAM ALGUNS DIAS PARA O INÍCIO DO CÍRIO, INFELIZMENTE, ESTAVA COM DATA DE RETORNO MARCADO ANTES DA FESTA, VOLTAMOS COM ELA NO SEU OLHAR CARINHOSO DE MÃE E A FÉ DE UM DIA VOLTARMOS EM BELEM – A MINHA CURIOSIDADE ERA CONHECER A NOSSA SENHORA DE NAZARÉ, O LOCAL O ESTADO DO AMAZONAS, AS POROROCAS E REVER O IRMÃO CAÇULA DA MINHA MÃE QUE FOI PARA O BELÉM MUITO CRIANÇA A PROCURA DE EMPREGO E TORNOU-SE A CASA DELE. FOMOS MUITO FELIZES POR TER VISTO DE PERTINHO A IMAGEM QUE SÓ VIAMOS NA TEVÊ, DEGUSTAR AS IGUARIAS DA CULINÁRIA PARAENSE. . . FOI UM ENCANTO E ELA SEMPRE NO CORAÇÃO CAMINHANDO CONOSCO, NOS FORTALECENDO, DANDO ESPERANÇA FORÇA E AVIVANDO A FÉ E O ESPÍRITO QUANDO ENFRAQUECIDOS PELOS PERCALÇOS DA VIDA, DO DIA-A-DIA. MAS TUDO PASSOU E ELA PERMANECE NO DESEJO DE REENCONTRA-LA NO CÍRIO DE NAZARÉ, ACREDITO QUE VOU REALIZAR EM BREVE. . .O PAI ETERNO TUDO PODE E PELA INTERCESSÃO DA MÃE, EU E MINHA MÃE E MEU IRMÃO ESTAMOS PROGRAMANDO PRA IRMOS DE CARRO. JÁ VISITAMOS O PAI ETERNO EM TRINDADE-GO, E NO PARÁ A MÃE NOS GUIARÁ ATÉ O CÍRIO. PARABÉNS! É UMA IMENSIDÃO COMPROMETIDA NA REALIZAÇÃO DESSA PROVA DE AMOR A MÃE EM CRISTO JESUS.

Os comentários estão fechados.