Círio 2019: Diretoria da Festa e DIEESE realizaram primeira coletiva de imprensa

Nesta sexta-feira (13) a Diretoria da Festa de Nazaré (DFN) juntamente com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE/PA) realizou a primeira coletiva de imprensa do Círio 2019. A programação aconteceu no Auditório Dom Vicente Zico, no Centro Social de Nazaré, e contou com a presença de integrantes da DFN, DIEESE e imprensa em geral.

De acordo com Diretor Técnico do Dieese, Roberto Sena, o Círio de Nazaré novamente será realizado dentro de um cenário de economia ainda muito fraca. Entretanto a festa da fé do povo paraense movimenta quase todos os setores produtivos da economia paraense, principalmente o Serviço, o Comércio, a Agropecuária e a Indústria.

Ainda segundo Roberto Sena: “Dentro do Setor Serviço destacam-se com maior ênfase as atividades ligadas ao Turismo em todas as suas vertentes, seja o Religioso (onde o maior ícone é o Círio), o Turismo Receptivo e Eventos e o Turismo de Negócios. Com isso, além de evangelizar, o Círio de Nazaré também funciona como um grande propulsor da Economia no Estado gerando emprego e renda”.

No caso especifico do Emprego, a estimativa é de que cerca de 60 mil pessoas possam estar ocupadas durante a Quadra Nazarena, a grande maioria com ocupações informais.

Não Corte a Corda

Além de apresentar a estimativa de investimentos para o Círio 2019, a DFN lançou a campanha “Não Corte a Corda”, visando a conscientização dos romeiros. A campanha surgiu no Círio de 2011 e foi motivada pela necessidade de manter vivo este símbolo tão importante da devoção a Nossa Senhora e, também, para evitar possíveis acidentes durante as duas procissões. Este ano, com a ausência de Dom Alberto Taveira, padres e diáconos farão a benção da corda somente na Avenida Nazaré, em frente ao colégio Santa Catarina de Sena e, após esse momento, a própria Guarda de Nazaré fará o corte da corda e entregará aos fiéis.

Fotos: Aline Andrade – ASCOM Basílica Santuário de Nazaré